Samu de Caldas Novas tem 13 funcionários afastados por suspeita de Covid-19

Saúde / 547

Diretoria da unidade informou que três deles tiverem teste positivo, sendo que um está internado em UTI, em um hospital da cidade.
 
O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) teve 13 funcionários afastados com suspeita de Covid-19, em Caldas Novas, no sul do estado. De acordo com a diretoria da unidade, três servidores tiverem teste positivo, sendo que um deles está internado em um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), em um hospital da cidade. O estado de saúde do funcionário é estável.
 
Em entrevista à TV Anhanguera, o diretor-técnico Hebert Gentil pediu que a população colabore e respeite as regras de isolamento e distanciamento social para que a cidade não tenha consequências por causa da doença.
 
“Não vamos deixar que Caldas Novas sofra as consequências dessa enfermidade. Estamos aqui para atendê-los, porém, também estamos doentes”, relata.
 
O diretor-geral do Samu, Rodrigo Pacheco, informou na manhã desta quinta-feira (6) que todos os funcionários estão bem e sendo acompanhados por equipes da saúde. Ele disse ainda que foi feito remanejamento de servidores e que o atendimento na cidade não está sendo afetado.
 
A diretoria informou ainda que, dos 13 funcionários afastados, dois já receberam resultados de exame que deram negativos para a Covid-19 e retornaram ao trabalho na quarta-feira (5).
 
Novas regras de escalonamento
A prefeitura de Caldas Novas publicou na quarta-feira (6) um novo decreto que dispõe de medidas para funcionamento do comércio na cidade no mês de agosto. As mudanças estão, principalmente, nos horários de funcionamento aos finais de semana. Os hotéis reabriram no início de julho.
 
Conforme decreto, o comércio varejista, incluindo as lojas de departamentos, devem funcionar somente até as 18h. Já academia, salão de beleza, barbearia, estúdio de pilates, clínica de fisioterapia, frutaria, açougue, padaria, lanchonete, bar e distribuidora de bebida, até as 20h.
 
Os supermercados da cidade, restaurantes, pizzarias e pit dogs, feira do luar, lojas de souvenirs e lembranças devem fechar antes das 22h. Ficam autorizados a abrir aos sábados, até as 11h, apenas supermercados, verdurões, açougues, padarias e lotéricas.
 
No sábado e domingo, ficam autorizados a funcionar farmácias, postos de combustível, distribuidoras de gás e unidades de saúde, inclusive veterinárias, somente para os casos de urgência e emergência. Restaurantes e borracharias localizados nas rodovias de acesso a Caldas Novas também podem funcionar.
 
O decreto proíbe a venda de bebida alcoólica aos finais de semana, em qualquer estabelecimento comercial de Caldas Novas, inclusive por meio dos sistemas delivery e drive-thru.