Goiás deve receber mais 30 mil doses da CoronaVac na quarta-feira, diz Caiado

Goiás / 661

Estado recebeu 183 mil na primeira remessa dessa vacina e 65,5 mil da AstraZeneca. Ministério da Saúde definiu ordem da imunização priorizando os profissionais de saúde.

Logo após receber a primeira remessa de doses da AstraZeneca, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), anunciou que espera mais 30 mil da CoronaVac. Esta será a segunda remessa da vacina produzida em parceria com o Instituto Butantan a chegar ao estado - a primeira, com 183 mil doses, chegou em 18 de janeiro para imunizar cerca de 90 mil pessoas.

??Esperamos na quarta-feira (27) receber 30 mil doses da CoronaVac?, disse o governador.

Caiado já havia sinalizado que pretendia expandir a imunização, assim que possível, aos idosos acima de 80 anos. No entanto, segundo a Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO), o Ministério da Saúde (MS) ainda deve definir qual grupo prioritário receberá essas doses.

A SES também prevê que, assim como foi feito no primeiro carregamento da CoronaVac, metade das doses deve ser ??retida? para garantir o reforço da vacina. Isso acontece porque o prazo entre a primeira e a segunda aplicação deve ser entre 14 e 28 dias.

No caso da AstraZeneca, o governo deve usar todas as 65,5 mil doses de uma vez, porque o período para aplicação do reforço dela é em 12 semanas, o que dá tempo hábil para chegada de novas remessas, segundo Caiado.

Dez das maiores cidades goianas já imunizaram, juntas, mais de 18 mil pessoas com as doses da CoronaVac.