Prefeitura de Caldas Novas endurece fiscalização no lago Corumbá I no feriado da Páscoa

Turismo / 989

Durante a reunião foi assinado um Termo de Responsabilidade para garantir que o decreto municipal seja cumprido por moradores e turistas 

O prefeito de Caldas Novas, Kleber Marra, se reuniu com a Polícia Militar, a Vigilância Sanitária e donos de guarda-barcos na noite desta quarta-feira, 31, na Prefeitura. Durante o encontro, foi assinado um Termo de Responsabilidade para intensificar as fiscalizações contra aglomerações e festas clandestinas durante o feriado da Páscoa na cidade.

A reunião contou com a participação do comandante da Polícia Militar Ambiental, tenente Otacílio Costa, que garantiu a Kleber Marra, que as equipes militares irão dar todo apoio à Vigilância Sanitária para que seja feita uma fiscalização rígida às aglomerações tanto nas margens do Lago Corumbá I, como nas embarcações que estiverem dentro da água. 

Já os donos de guarda-barcos também, além de se comprometeram a cumprir o Termo de Responsabilidade junto aos clientes e proprietários de barcos e lanchas, irão oferecer a embarcação e o combustível para a realização da operação. 

O prefeito Kleber Marra destacou durante o encontro que o objetivo é fazer-se cumprir o decreto municipal, publicado no dia 21 de março e que está em vigor até o dia 4 de abril. "Ficamos 19 dias com medidas restritas e por isso flexibilizamos, mas não vamos relaxar com a fiscalização. Muito pelo contrário, quem vier passar o feriado em Caldas Novas terá que cumprir as determinações do decreto", enfatizou o prefeito. 

O prefeito ressaltou ainda, que por meio da Força-tarefa Covid-19, a Prefeitura de Caldas novas informa que as pessoas que forem flagradas, no Lago Corumbá I, descumprindo as normas sanitárias estabelecidas nos decreto municipal serão punidas, com aplicação de multas, apreensão de embarcações e encaminhadas à Delegacia de Polícia Civil. "Estamos unindo todas as forças para combater esse vírus e tenho certeza que poderemos contar com a conscientização de todos no sentido de preservar a saúde e a vida", declarou Kleber. 

O atual decreto determina que comércio, hotéis e clube atuem com a capacidade máxima do  a 50% de ocupação e com horário de funcionamento das 6h às 22h.


Foto: Jhonathan Monteiro Oliveira