100% dos leitos de UTI para Covid estão ocupados em Caldas Novas

Saúde / 357

Os leitos de UTI de Caldas Novas chegaram a 100% de ocupação, nesta terça-feira (9), e a prefeitura suspendeu, por portaria, o atendimento ao público na sede por sete dias para conter contaminação da Covid-19. A previsão, contudo, é que ainda hoje dez novos leitos sejam liberados, após doação por meio de parceria com a Câmara da cidade, de Rio Verde e associações empresariais, assim como um novo decreto, prorrogando o anterior de medidas restritivas.

Por nota, a prefeitura informou que, quem precisar de atendimento, deve entrar em contato pelos telefones (64) 3454-3550 e (640 3454-3590. Em caso de assuntos de Recursos Humanos, a orientação é o contato por e-mail (rh@caldasnovas.go.gov.br).

Os trabalhos internos seguem em revezamento, sendo 50% presencial e 50% por teletrabalho. Como o último decreto de medidas restritivas terminou nesta terça, membros do Executivo realizam reuniões nesta tarde, ainda hoje, deve ser editado um novo decreto.

Segundo boletim desta terça-feira, a cidade registrou 3 óbitos em decorrência da Covid-19 nas últimas 24h, além de 70 novos casos da doença.

Decreto de 2 de março

Na terça-feira da semana passada (2), a prefeitura adotou toque de recolher a partir das 18h por sete dias em combate ao novo coronavírus. O texto foi publicado pelo prefeito em exercício Silio Junqueira, passando a valer na quarta (3), com data de término nesta terça.

Segundo o decreto, drogarias, postos de combustíveis e borracharias podem funcionar 24h por dia, podendo as duas primeiras fazer delivery. O texto também suspende a execução do contrato de concessão de estacionamento rotativo, a Área Azul, e prevê o funcionamento de bares, lanchonetes, restaurantes, distribuidoras de bebidas, lojas de conveniências, pizzarias, espetinhos, hamburguerias, pit dogs e similares para atendimento ao público somente de 6h às 18h.

Supermercados, frutarias, açougues, verdurões, padarias e similares, estão liberados de 6h às 22h, todos os dias da semana, mas só podem ser atender dentro do limite 30% de lotação. A entrada é permitida somente a dois membros por família.

Os hipermercados e atacadistas, inclusive, serão inspecionados pelo Departamento de Vigilância Sanitária e Superintendência Municipal de Trânsito, que também verificarão a quantidade de veículos que poderão estacionar em suas dependências: o limite é de 30% da sua capacidade. O descumprimento pode gerar a cassação do alvará de funcionamento.