MEGA PROMOÇÕES

NOTÍCIA ANTERIOR

Sesc Caldas Novas é eleito um dos melhores do Brasil

PRÓXIMA NOTÍCIA

O Ecoturismo ou Turismo Ecológico teve uma taxa de crescido de 15 a 25% por ano no Brasil

Descubra Caldas Novas - Primeira Casa de Banho da Cidade

Portal Caldas 01/02/2019

 
Com mais de um século de história, as primeiras banheiras de lajes de pedra construídas na cidade, às margens esquerda e direita da mata que circulava o Córrego das Lavras foram feitas por Martinho Coelho e seu filho Antônio Coelho, no intuito de facilitar o acesso ao banho dos visitantes e enfermos que para cá vinham em busca de tratamento terapêutico. Devido a grande procura pelas águas e seus benefícios, foi que atraiu o capitão-geral da província de Goiás, o governador Fernando Delgado de Castilho, para tratar de uma doença reumática que o deixara entrevado. Depois de percorrido aproximadamente 400 km sendo carregado por seus escravos em uma liteira, o governador é recebido por Antônio Coelho, o qual manda construir para ele uma banheira especial.
 
Curado da doença que o acometia, o governador autoriza a divulgação das propriedades medicinais das águas quentes, atraindo assim milhares de pessoas dessa data em diante. No ano de 1909 foram descobertas 23 fontes de Águas Termais às margens do Córrego, pelo Dr. Orozimbo Correia Neto que foi enviado pelo governo federal para estudar as ricas águas termais. Passado um ano, o Major Vitor de Ozeda Ala pertencente ao maior número de nascentes naquela localidade, manda construir a primeira casa de banhos de Caldas Novas, para uso exclusivo de seus familiares e amigos. Bem rustica e simples tipo chalé, com três banheiras de cimento e duas esmaltadas, todas enterradas no chão e abastecidas por canos galvanizados, com três entradas de águas de diferentes temperaturas, tudo para facilitar a regulagem do banho. Nessa época era servido o famoso chá de douradinha para todos, logo após os banhos de imersão, virando uma tradição há anos.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Devido ao grande número de pessoas que buscavam por tratamento de doenças reumáticas e de pele, os herdeiros de Major Vitor de Ozeda Ala associados com o farmacêutico Ciro Palmerston Guimarães demoliram o casebre de banho, construindo definitivamente uma casa de banho com vinte salas de imersão o qual ficou conhecido como Balneário de Caldas Novas, funcionando sob administração da família até o ano de 1939, ano esse em que foram adquiridos pela prefeitura os terrenos que compõem a casa, passando-se a se chamar Balneário Municipal. Até o final de 1960, todas as vinte salas de banhos estavam funcionando normalmente, atendendo todos os que buscavam por tratamento, pois eram feitas manutenções periódicas na tubulação e na limpeza do local pelo Sr. “João do Poço” figura conhecida na região. Assim que se aposentou João do Poço passou a manutenção ao Sr. João Tomé de Moraes, mais conhecido por Zilico, que foi passando de geração em geração até chegar em sua neta Raciby Tomé Correia, que assumiu a função até o balneário ser desativado. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Com o passar dos anos, foi surgindo às primeiras perfurações de poços artesianos nas adjacências da casa de banho, afetando assim sua vazão de água. Devido a isso no ano de 1972, o então prefeito da época Martinho Palmerston mandou furar um novo poço para suprir as necessidades da casa de banho, mas devido a pouca profundidade em relação aos outros poços o mesmo secou completamente.  Foi então na gestão do prefeito José Onofre, que foi mandado perfurar um novo poço de maior profundidade, para que reestabelece-se definitivamente o funcionamento do Balneário Municipal. Em 2007, foi proposto e aprovado um projeto de autoria da Sra. Vereadora Gizélia Custódio e sancionado pelo então prefeito Sargento Arlindo, projeto esse que deu ao Balneário Municipal o nome de Pedro Cordeiro Tupá.
 
Atualmente com mais de 110 anos de existência já no ano de 2019, o Balneário Municipal ficou cerca de dez anos desativado, sendo ocupado apenas por moradores de rua e usuários de droga. Após esse período, o Balneário foi revitalizado apenas em meados de 2016, sob a administração do prefeito Evandro Magal, que devolveu à população completamente restaurado depois de construídas dez salas totalmente novas para o banho, tudo para resgatar a história de Caldas Novas através de seus fundadores, assim como na preservação do ponto turístico da cidade.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Wellington Fernandes - Guia Turístico Oficial Caldas Novas
FONTE:http://www.caldasnovasgo.com.br/ponto-turistico/balneario-municipal-pedro-cordeiro-tupa_119/

COMENTÁRIOS

Atendimento (64) 3455-6722
E-mail: contato@portalcaldas.com.br
Av. Tiradentes, Qd. 01 - Oeste - Caldas Novas/GO

REDES SOCIAIS

ENTRE EM CONTATO

Entre em contato
Entre em contato
Garanta visibilidade para sua empresa.
Anuncie sua Empresa aqui
Anuncie sua Empresa aqui
Obtenha rentabilidade para sua empresa.
Coberturas Fotográficas
Coberturas Fotográficas
Equipe profissional com melhor preço.
Conheça a empresa
Conheça a empresa
Conheça a empresa em imagens 360º

Compartilhe e Siga

Portal Caldas (64) 3455-6722 - Todos os direitos reservados Grupo Portal Caldas